quarta-feira, 5 de janeiro de 2011

Sequelas sem jeitinho nenhum

O primeiro é um daqueles filmes de acção como tantos outros, que saem às dezenas anualmente. Mete guerra, traição e dois actores a balançar a coisa. Um incontornável (Hackman) e outro a querer ser mais que uma leve gargalhada (Wilson). Não conseguiu mas a coisa ficou agradavelmente bem apresentada. Uma pipoca aqui, outra ali. Está feito. Mas então não é que Behind Enemy Lines é agora uma trilogia!Ah pois, Behind Enemy Lines II: Axis of Evil e Behind Enemy Lines: Colombia formam o casalinho xunga que dá continuidade - ou de certeza que não - à história.

2 comentários:

cinemapongal disse...

Isso das sequelas absurdas é um filão inesgotável. Assim de repente, lembro-me do "Dracula 2000" - que até é realizado pelo Wes Craven e tem o Gerard Butler, o Jonny Lee Miller, a Jennifer Esposito e o "mano" do Dr. House no elenco) - e do inacreditável "Dracula 3000" passado no espaço; e recentemente, descobri que existe um "30,000 Leagues Under the Sea" (!)

Miguel Ferreira disse...

Sim há mesmo sequelas que não lembram ao menino jesus!